Ituano perde em casa e fica fora da disputa do título do Troféu do Interior

Mais uma vez o Galo de Itu não avançou por detalhes e agora está definitivamente eliminado do Campeonato Paulista.
Após ser derrotado pelo Palmeiras em casa por uma vantagem de gols que impossibilitou a passagem à próxima fase do Paulista na primeira fase, o Galo novamente deixou escapar em casa a classificação à final do Troféu do Interior.
A Ponte Preta perdia para o São Bento em Sorocaba, resultado que dava a possibilidade ao Ituano chegar à final em caso de um triunfo frente ao Mirassol, em casa, no Estádio Municipal Dr. Novelli Júnior. Mas não foi desta vez.
Sem demonstrar um equilíbrio de jogo, o time de Itu sucumbiu em casa e foi derrotado por 2 a 0 para o Mirassol após mais um ‘apagão’ de 10 minutos.
Com menos de 600 torcedores nas arquibancadas do Novelli, o Galo não teve forças para garantir a vitória.
No primeiro tempo, o Ituano finalizou três vezes com perigo. Uma com Giba e duas com Juninho. Nas três finalizações, o goleiro Ygor Vinhas evitou o gol. Pelo lado do Ituano, Vagner fez duas boas defesas em chutes da entrada da área: “O jogo foi bastante igual. No segundo tempo começamos a crescer na partida porque a gente sabia do resultado de Sorocaba. Nós começamos a nos atirar um pouco mais ao ataque. Isso deu campo ao Mirassol que foi letal nos contra-ataques. Souberam aproveitar as oportunidades do jogo”, lembrou o técnico Vinicius Bergantin. Com a vitória parcial do São Bento contra a Ponte, Ituano e Mirassol precisavam da vitória para se classificar. Quem vencesse, iria para a final. Ao mesmo tempo que os dois times buscavam atacar, as finalizações diminuíram na segunda etapa. O Ituano fez duas. Uma com Júnior Santos outra com Raul. O Mirassol jogava no contra-ataque e desta forma entrou na área pela direita. Raul tentou impedir e cometeu o pênalti. Alison fez 1×0 para o Mirassol faltando 10 minutos. “Era o risco dos dois lados. A culpa é minha. Sabia do resultado e só a vitória nos interessava. Tinha que colocar a equipe mais a frente” reconheceu Vinicius Bergantin. O Mirassol chegou ao segundo gol nos acréscimos com Luis Oyama quando o Ituano estava totalmente no ataque.
O técnico Vinicius Bergatim, estreante na posição de comandante comentou a participação do Galo na competição: “Como na 1a Fase e bati muito nesta tecla dos detalhes. Mais uma vez fomos eliminado nesta situação. Só que devemos ter calma para analisar friamente o Campeonato. Foram vários jogadores lançados da nossa base. Outros que recuperam a carreira aqui e isso é mérito do trabalho do Ituano. O clube se mobilizou desde 1º de novembro, desde a pré-temporada. Fica aqui o meu agradecimento a todos. A diretoria, jogadores, torcida e também a imprensa. Apesar desta eliminação doída, os jogadores compraram a ideia do clube e se doaram ao máximo. No final deste Paulista, somente um técnico vai ficar realmente contente. Os outros 15 vão fazer algum tipo de análise onde errou e onde poderia ter feito diferente” comentou Vinicius Bergantin em seu primeiro Campeonato Paulista como técnico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s