Prefeitura intervém em clínica de idosos após morte por Covid-19

Um dos casos de óbito pelo novo coronavírus em Itu teve como vítima um senhor de 65 anos, que era interno de uma das clínicas de longa permanência existentes no município. A morte, ocorrida no domingo (03/05), motivou uma vistoria, seguida de intervenção, logo na segunda-feira (04/05). A Secretaria Municipal de Saúde enviou equipes da Vigilância Epidemiológica e da Vigilância Sanitária ao local, tomando todas as providências cabíveis diante do ocorrido.
Até a data de hoje (06/05), foram registrados na referida unidade particular mais dois óbitos de idosos. Um deles foi o de uma mulher de 67 anos, que faleceu no domingo (04/05) e o resultado positivo para Covid-19 saiu na noite de ontem (05/05). Já o terceiro óbito, que permanece como suspeito (sem confirmação em exame), se deu na manhã desta quarta-feira (06/05). A vítima é uma mulher de 93 anos. Além disso, a mesma clínica já contabiliza quatro pessoas comprovadamente doentes com a Covid-19: dois funcionários (que estão em isolamento domiciliar), um idoso que está no Hospital de Campanha e o outro na UTI.
Fora esses casos confirmados, a intervenção das autoridades municipais de Saúde constatou no referido local a suspeita da doença em mais três funcionários e em 14 internos. Dentre esse grupo de idosos, dois estão sob os cuidados do Hospital de Campanha aguardando os resultados dos exames e os outros 12 pacientes estão realizando avaliação médica complementar e tomografia para encaminhamento até uma unidade hospitalar.
Após a vistoria, a Prefeitura exigiu que todas as famílias de pessoas assistidas pela clínica particular fossem comunicadas sobre os casos de coronavírus no local, bem como que fosse realizada a testagem de Covid-19 de todos os funcionários e demais internados. Os exames foram realizados sem custos aos cofres públicos e os resultados ainda estão sendo aguardados.
Todas as clínicas de longa permanência do município de Itu, inclusive esta, já haviam sido visitadas pela Vigilância no início da pandemia, quando foram informadas a respeito dos protocolos de higiene necessários para prevenção e combate ao coronavírus. No entanto, a Covid-19 é uma doença de alta e rápida transmissibilidade, podendo ser passada inclusive por indivíduos assintomáticos.
As identidades dos três casos fatais, assim como o endereço do estabelecimento, serão preservados por questões de sigilo médico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s