Garantido na elite, Ituano é eliminado nos pênaltis no “Troféu do Interior”

Foi por pouco. Com uma sequência praticamente interminável de cobranças de pênaltis, o Ituano foi eliminado pelo Guarani e não conseguirá reeditar o título de 2017. 

Sem o lateral Pacheco que cumpriu suspensão automática e o experiente  Corrêa, por uma mialgia, o Galo não realizou uma boa partida e saiu perdendo para o bugre na primeira etapa.

Em partida sem muitas emoções, o Galo não tem grandes chances de empatar, apesar do volume melhor que o adversário campineiro.

Na segunda etapa, o Galo conseguiu o empate com o jovem Gabriel Barros e levou à disputa para as penalidades.
O goleiro ituano Pegorari pegou 3 cobranças, porém o Galo desperdiçou outras 4 cobranças e perdeu por 11 a 10. Com a derrota, o Ituano pensa na estreia do Brasileirão da Série C na próxima semana.

Elite – Bastaram 4 minutos para o Ituano começar a confirmar a inscrição para o Campeonato Paulista A1 do próximo ano. O capitão Corrêa cobrou o pênalti com força e determinação para demonstrar o mérito deste grupo com o objetivo atingido. Nem o susto do gol de empate sofrido num lance insólito do zagueiro Sueliton ao cabecear para o próprio gol abalou. No minuto seguinte, o capitão Corrêa foi rápido e preciso ao colocar a bola no primeiro pau na cobrança de escanteio para Taliari fazer o segundo gol. Antes de terminar o primeiro tempo, o Ituano carimbava a ficha para disputar o próximo Paulista pela 20ª vez consecutiva. “Foi uma semana emocionante para mim. Treinando com os profissionais, permanecer concentrado, tendo dois jogos importantes e decisivos. Passaram muitas coisas na minha cabeça desde o tempo que comecei a jogar. Tenho que agradecer a Deus por tudo que tem feito na minha vida” contou Gabriel Barros, que foi titular pela primeira vez na quarta e marcou seu gol neste domingo.

O técnico Vinicius Bergantin mandou a campo a mesma formação que empatou com a Ferroviária. “O time deu a resposta logo com o gol no início. Mas temos que valorizar o empate conseguido contra a Ferroviária, pois foi um jogo após o isolamento e foi dificílimo. Hoje demonstrou como este grupo é comprometido e tem qualidade. O clube foi muito correto com todos os funcionários neste momento de grandes dificuldades. Merecíamos seguir na Série A1 por mais uma temporada” justificou Vinicius Bergantin, que se tornou o técnico recordista do Ituano na 1ª divisão com 42 jogos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s