Aulas da rede estadual têm previsão de retorno em outubro

Desde a última terça-feira, dia 8, algumas escolas da rede privada de ensino optaram por retornar as primeiras atividades presenciais após longos meses de isolamento social. Com autorização do Governo do Estado de São Paulo e seguindo todas as recomendações sanitárias, as instituições promoveram o retorno parcial e opcional dos alunos às unidades. Em Itu, os colégios Anglo e Progresso foram algumas das unidades que já reiniciaram as atividades. 

Inúmeras ações têm sido realizadas nos colégios para proporcionar segurança aos alunos e colaboradores, como: aferição de temperatura; comparecimento opcional; limite de até 35% da sua capacidade para alunos da Educação Infantil e Fundamental e nos anos iniciais; limite de até 20% da sua capacidade para alunos do Ensino Médio e anos finais; manutenção do distanciamento de 1,5 metro entre os estudantes; horários de entradas e saídas que serão organizados para evitar aglomeração; atividades de Educação Física estão permitidas desde que se cumpra o distanciamento; o uso de máscara é obrigatório para todos dentro da instituição; uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os funcionários; e superfícies que são tocadas por muitas pessoas devem ser higienizadas a cada turno e os ambientes devem ser mantidos ventilados com janelas e portas abertas, evitando toque em maçanetas e fechaduras, entre outras ações.

E de acordo com o decreto publicado pela Prefeitura de Itu nesta semana, as escolas estaduais têm previsão de retorno das atividades apenas para outubro, desde que atendam às exigências do Plano SP.
Vale ressaltar que as aulas da rede municipal devem retornar apenas em 2021. Em pesquisa realizada com os pais de cerca de 17 mil alunos da rede municipal, a Secretaria da Educação informou que 84% não encaminhariam seus filhos para escola em um possível retorno das aulas em outubro, 82% avaliaram entre ótimo e boa as videoaulas recebidas e ainda 94% avaliam entre ótimo e bom o ensino da escola de seu filho. 

Segundo o último levantamento da Secretaria Estadual de Educação, apenas 128 dos 645 municípios de SP devem reabrir para as atividades de reforço nesta terça. Já as 39 cidades da região metropolitana, que inclui a capital paulista, não devem reabrir as escolas na data autorizada pelo governo do estado.

De acordo com o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, as aulas devem começar a voltar lentamente no estado. “Acho que a gente tem que começar a voltar lentamente. A gente tem ainda a decisão sobre outubro, nós temos a previsão de volta às aulas para o dia 7 de outubro, ainda temos que cumprir algumas condicionalidades do mês de setembro, não temos ainda nem a certeza a volta às aulas em outubro, estou falando de atividades curriculares que, se voltar, não serão obrigatórias aos alunos na primeira etapa estarem presencialmente”, explica o secretário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s